Artistas potiguares fazem shows na internet a partir desta segunda, 30 de março

Revista Deguste
Camila Masiso se apresenta hoje às 19h

Camila Masiso se apresenta hoje às 19h

Para levar entretenimento aos potiguares que estão em isolamento social e reforçar o que é preciso ficar em casa devido ao coronavírus, o Sebrae no Rio Grande do Norte por meio do projeto de Economia Criativa  articulou com os artistas o desenvolvimento de um festival de arte online: o Festival Cultura em Casa. A iniciativa começa nesta segunda-feira 30 e vai até a quarta-feira (1), sempre começando às 18h30. A produção ficou a cargo das empresas Atena Marketing e Conteúdo, Ama Produções Criativas e Green Point Produções.

Pela proposta cada artista vai preparar um show em casa e será transmitido em live no perfil do artista no Instagram. É possível também assistir às performances pela página do festival no Instagram @culturaemcasa. Na primeira noite, vão se apresentar Sérgio GrooveCamila Massiso e Diogo Guanabara e Samara Alves. Porém o festival reserva muitas outras atrações, como Jubileu filho Carol Benigno, Valéria Oliveira, Jaime Lourenço e Eli Cavalcante, Zé Hilton do Acordeon e Khrystal.

Confira a programação completa:
Dia 30 de março (segunda-feira)
18h30 – Sergio groove
19h00 –  Camila Masiso e Diogo Guanabara
19h30 – Samara Alves
Dia 31 de março (terça-feira)
18h30 – Jubileu Filho
19h00 – Carol Benigno
19h30 – Valéria Oliveira
Dia 1° de abril (quarta-feira)
18h30 – Jaime Lourenço e Eli Cavalcante
19h00 – Zé Hilton do Acordeon
19h30 – Khrystal
Com informações do Sebrae RN

Instagram da Revista Deguste divulga delivery de restaurantes gratuitamente

Compartilhe Viagens

WhatsApp Image 2020-03-27 at 12.28.02

Diante da gravidade da crise econômica pela qual passam os restaurantes por causa do Coronavírus, a Revista DEGUSTE está disponibilizando, gratuitamente, sua conta no Instagram para que os restaurantes divulguem seus serviços de delivery e tentem minimizar as perdas de receita em virtude da paralisação do atendimento em salão.

A Revista DEGUSTE também torce para que Governo Federal, Governo Estadual e Prefeituras estabeleçam rapidamente pacotes de medidas para minimizar o drama pelo qual passam as empresas e seus empregados, todos padecendo sob os efeitos de uma crise sem precedentes e sem condições de fazer frente aos compromissos financeiros.

Para os restaurantes que quiserem enviar suas artes com as informações dos seus deliveries, podem encaminhar via mensagem direta pelo perfil @RevistaDeguste no Instagram.

#VamosJuntosVencerACrise

#ApoioAGastronomiadeNatal

GESTÃO DE CRISE: Dono das lanchonetes Giraffas explica o motivo pelo qual demitiu o filho

Revista Deguste

Empresário Carlos Guerra gravou vídeo e postou nas redes sociais garantindo que os empregos dos funcionários estão garantidos.

O filho dele, Alexandre Guerra, tinha dado declaração anterior com foco nos efeitos negativos que a quarentena vai provocar nos empregos e na situação das empresas.

A Giraffas estava sendo alvo de protestos nas redes sociais.

O pai, Carlos Guerra, demitiu o filho, alinhou a comunicação oficial da Giraffas com a recomendação das autoridades médicas e, em um vídeo de 3 minutos, agiu para gerenciar a crise de imagem que a rede de lanchonetes começou a sofrer.

À Revista Veja, Carlos Guerra deu uma entrevista sobre o assunto. Leia no link – https://veja.abril.com.br/brasil/dono-do-giraffas-fala-de-desligamento-do-filho-pela-polemica-da-covid-19/

IFRN produz álcool em gel para Polícia

Compartilhe Viagens
IFRN colabora com a Polícia

IFRN de Nova Cruz produz álcool para a Polícia

Professores de química do Campus Nova Cruz do IFRN tomaram a iniciativa de produzir álcool em gel e sabão ecológico nos laboratórios da Instituição. Graças a uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, o primeiro lote já foi distribuído para o Batalhão de Polícia Militar do município, para o Comando de Polícia Rodoviária Estadual, além entidades sociais, sem fins lucrativos.

“Até o momento conseguimos produzir 50 frascos de 100ml de álcool em gel. Com os materiais disponíveis, o campus terá a capacidade de produzir cerca de 250 litros. No entanto, estamos trabalhando com a meta de produzir 1000 litros. Para isso, esperamos contar com a parceria da iniciativa privada. Enviamos ofícios para usinas e destilarias, solicitando doação de etanol, mas também precisamos de carbopol e de frascos para a estocagem”, afirma o professor Allan Nilson de Sousa Dantas, que também conta com a colaboração do professor Djeson Mateus Alves da Costa e do técnico de laboratório e aluno do curso de Tecnologia em Processos Químicos, Arnaldo Ivo da Silva Aquino.

O professor disse ainda que também foram fabricadas cerca de 500 barras de sabão, com 150 gramas, cada. “O sabão ecológico é feito a partir de óleo reciclado. Para continuarmos produzindo, também contamos com a doação de insumos como o óleo usado de cozinha e hidróxido de sódio. Portanto, quem quiser ajudar, basta entrar em contato com o Campus Nova Cruz pelos e-mails gabin.nc@ifrn.edu.br ou coex.nc@ifrn.edu.br ”, ressalta.

Com informações da Assessoria de Comunicação do IFRN

Senac RN disponibiliza 20 cursos gratuitos a distância, com certificação válida em todo o país

Revista Deguste

Por meio da sua plataforma EAD (https://www.ead.senac.br/) o Senac RN disponibiliza, gratuitamente, a partir desta semana, 20 cursos, entre extensão universitária e livres – com certificado, válido em todo o território nacional –, além de proporcionar aos internautas vídeos com temáticas variadas.  A iniciativa da instituição reforça que a educação é um dos principais meios para o desenvolvimento da comunidade e que deve ser contínua, mesmo que em casa, considerando o cenário do país de isolamento social por conta do coronavírus e seguindo as orientações dos órgãos de saúde.

 

Os cursos disponíveis estão concentrados em três áreas, sendo elas: Educação, Gestão e Saúde para a modalidade extensão universitária. Já os cursos livres são bastante variados, passando por Administração do Tempo, Desenvolvimento de Equipe, Estilo e Imagem Pessoal, Aproveitamento Integral, entre outros. Os vídeos são direcionados a vários perfis de público, como Processos de Logística Reversa, Mediação e Licenciamento Ambiental.

 Serviço

 Confira a lista completa, disponibilizada gratuitamente pelo Senac EAD (https://www.ead.senac.br/):

 Educação

Docência e mediação pedagógica online

Elaboração de materiais didáticos com recursos tecnológicos

Produção de Conteúdos para EAD

 

Gestão

Estratégias de Negociação Internacional

Gestão das Potencialidades Humanas e Avaliação de Desempenho

Logística Internacional e Operações Globais

Primeiros Passos para empreender

Planejamento Estratégico Orientado ao Setor Público

Supply Chain Management

 

Saúde

Envelhecimento Cerebral e Saúde Mental na Velhice

 Cursos Livres

Administração do Tempo

Aproveitamento Integral de Alimentos

Congelamento de Alimentos

Desenvolvimento de Equipe

Estilo e Imagem Pessoal

Finanças Pessoais – planejamento e controle

Fundamentos para o Relacionamento Interpessoal

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

Líder Coach

Planejamento e Organização de Eventos Sociais

Sobre o Senac EAD

 Com mais de 70 anos de atuação em educação profissional, o Senac foi pioneiro no ensino a distância no Brasil. A primeira experiência nesta modalidade se deu em 1947 com a Universidade do Ar, em parceria com o Sesc, que ministrava cursos por meio do rádio.

Hoje, oferece um amplo portfólio de cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão a distância, atendendo todo o Brasil e apoiados por mais de 340 polos presenciais para pós-graduação e mais de 300 para graduação.

Acesse a programação completa de cursos do Senac EAD em www.ead.senac.br. Há também uma programação diversificada de cursos presenciais que pode ser conferida em www.senac.br

Comissão da Assembleia Legislativa age e monitora combate ao Coronavírus no RN

Compartilhe Viagens

mail

A Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, criada em sessão extraordinária, na última sexta-feira (20), vem trabalhando constantemente na fiscalização e implementação de medidas de combate à doença COVID-19, que vem se alastrando rapidamente pelo mundo, desde dezembro do ano passado.

Composta pelos deputados Francisco do PT, Sandro Pimentel (PSOL), Dr. Bernardo (Avante), Kelps Lima (SDD), Getúlio Rêgo (DEM) e Tomba Farias (PSDB), a comissão tem por funções o acompanhamento e a fiscalização das ações do Governo do RN referentes ao decreto de calamidade pública, bem como o encaminhamento de Projetos de Lei ao Legislativo Estadual.

Nesse sentido, Francisco do PT relembrou a importância do abastecimento de água potável em todo o Estado, como grande aliado no enfrentamento da pandemia, e citou projetos importantes que deveriam ser retomados no RN, como as obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco e a retomada do programa “Águas do RN”, que pretende construir novas adutoras e integrar as existentes, para o equacionamento do abastecimento humano.

Francisco do PT também propôs que os 500 mil reais em emendas doados por ele, no final do ano passado, para a Saúde do RN, sejam remanejados para o combate ao Coronavírus.

O deputado encaminhou, ainda, ofícios: ao Banco Central, solicitando a suspensão automática, por 90 dias, de todos os empréstimos e financiamentos bancários, de todas as instituições, com remanejamento das parcelas para o fim do contrato; ao Ministério da Economia, requerendo a liberação imediata dos saldos de FGTS no limite de R$ 6.101,06; e ao Governo do Estado, para negociar a suspensão da cobrança dos empréstimos consignados do Banco do Brasil pelo prazo de 90 dias, com o remanejamento das parcelas para o final do contrato.

Já o deputado Sandro Pimentel (PSOL) vai protocolar um projeto de lei que proíbe as concessionárias de serviço público de aumentar e suspender os fornecimentos de água, energia, gás e transporte coletivo, durante o estado de calamidade pública reconhecido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Segundo o parlamentar, “o intuito do projeto é minimizar os impactos da crise do Coronavírus no orçamento familiar e garantir que as pessoas possam ter cuidados básicos de higiene, como a utilização da água encanada, por exemplo”.

De acordo com o texto do projeto, ainda que haja atraso no pagamento das faturas, as empresas não poderão interromper os serviços. E, após o final da crise, o pagamento das dívidas será negociado, ficando vedada a cobrança de juros e multa por atraso.

Outra iniciativa de Sandro Pimentel foi a disponibilização dos seus canais de comunicação para que os trabalhadores de serviços não essenciais denunciem seus empregadores em caso de obrigatoriedade indevida de comparecer ao trabalho, ou seja, desrespeito à quarentena.

“Os funcionários que precisam trabalhar em serviços essenciais, mas não estão recebendo equipamentos de proteção individual, por exemplo, também podem fazer sua denúncia através das redes sociais do nosso mandato”, explicou Sandro.

Também membro da Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus, o deputado Dr. Bernardo (Avante) propôs a contratação do Hospital São Luiz, em Mossoró, para tratar dos casos relacionados ao Coronavírus, no Oeste Potiguar.

Após articulações junto aos Executivos estadual e municipal, Dr. Bernardo informou, na última quarta-feira (25), numa rede social, que “o Governo do Estado manifestou interesse e avançou com a diretoria do Hospital São Luiz”.

“Aguardamos a concretização desta iniciativa. Parceria pela saúde de milhares de potiguares residentes no interior, em meio à pandemia”, concluiu.

O deputado Kelps Lima (SDD), também preocupado com a questão da COVID-19 no Estado, enviou ao Executivo três sugestões de medidas para auxiliar no enfrentamento da doença e para evitar o colapso da economia do RN.

Primeiramente, o deputado pediu que fosse feita uma avaliação acerca de aproximadamente 67 produtos ligados à prevenção do Coronavírus, como luvas e álcool em gel, para que se estudasse a possibilidade de redução ou isenção de impostos sobre tais insumos.

“Em segundo lugar, eu peço que o governo, as prefeituras e a Assembleia Legislativa ativem seus Procons, para que eles fiscalizem e evitem que oportunistas aumentem em demasia os preços dos produtos que ajudam na prevenção do vírus. É preciso que haja uma força-tarefa fiscalizatória, a fim de que essas pessoas sejam multadas. Não se pode admitir que a ganância se sobreponha à Saúde Pública”, detalhou Kelps.

A terceira sugestão do parlamentar foi que a governadora formasse um conselho, juntamente com o empresariado do Estado, para discutir medidas que evitem – ou minimizem – uma crise na economia do RN.

“Muita gente vai ficar desempregada ou sem renda, como é o caso dos informais. Os ambulantes que trabalham em Ponta Negra, por exemplo, perderam sua clientela da praia e de eventos, como jogos de futebol, shows, boates, missas. Então é necessário chamar as entidades econômicas para discutir quais medidas podem atenuar esses impactos. E, em sendo necessária aprovação do Parlamento, a gente se apresentaria a qualquer hora do dia ou da noite, imediatamente, para votar”, comprometeu-se o deputado.

Os parlamentares Getúlio Rêgo (DEM) e Tomba Farias (PSDB) também continuam engajados no combate à pandemia, com a apresentação de projetos de lei e requerimentos, assim como através de mensagens informativas em seus canais de comunicação com a população.

A Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da Assembleia Legislativa do RN continua em atividade por tempo indeterminado.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Assembleia Legislativa do RN.

IMPORTANTE! Quem tem empresa veja as recomendações da Fecomércio!

Revista Deguste

A Fecomércio RN decidiu criar medidas de apoio aos empreendedores do estado para orientar e tirar dúvidas sobre a flexibilidade das relações de trabalho e outras mudanças provocadas pela pandemia do novo coronavírus. Para isso, foi criada a Central de Atendimento Virtual, canal de contato entre os empreendedores e os advogados do Sistema Fecomércio RN.

Orientacao_empreendedores

Pré-candidato a prefeito de Caicó, Diego Vale defende socorro ao produtor rural

Compartilhe Viagens

Recentemente apresentado pelo Solidariedade como pré-candidato a prefeito de Caicó, Diego Vale defendeu ações do poder público para socorrer o trabalhador da zona rural nesse período de crise com a pandemia do coronavírus.

“O Seridó cresceu com a pecuária de leite e se tornou a maior bacia leiteira do RN, apesar de sofrer com as sucessivas secas. Também sempre fomos reconhecidos pela nossa produção agrícola. Hoje, nossos produtores rurais, da agricultura familiar ao grande produtor, precisam de socorro do poder público”, defendeu Diego Vale, lembrando que homem do campo não está conseguindo vender seu leite, seu queijo e sua produção em geral.

Como sugestões, Diego defendeu a realização da compra dos produtos pelos Municípios para distribuição com população vulnerável, seguindo as regras sanitárias. Outras sugestões seriam a realização de campanha educativa para população criar o hábito de comprar aos produtores da região e a assistência para população rural vulnerável com distribuição de cesta básica e material de higiene.

“Uma prioridade deve ser a adaptação das feiras livres, garantindo a vigilância sanitária e protegendo vendedores e consumidores”, exemplificou Diego, que também defendeu a criação de microcrédito para o produtor rural por parte da Agência de Fomento do RN.

Abrasel continua na luta para salvar empregos nos Bares e Restaurantes

Revista Deguste

Diante da atual situação do setor de bares e restaurantes diante à crise motivada pelo combate ao novo coronavírus, a seccional da Abrasel no Rio Grande do Norte elaborou uma série de pleitos solicitando medidas à Prefeitura de Natal, ao Governo do Estado e ao Sindicato dos Empregados no Comércio de Bares e Restaurantes de Natal (Sindbarnat). A entidade alerta, em nível nacional, para um possível colapso no segmento caso o Governo Federal não tome medidas emergenciais, como prometido, na semana passada, pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), Carlos Alexandre Da Costa.

A seccional potiguar da Abrasel também tem mantido diálogo e trocado informações sobre as medidas adotadas neste momento difícil com outros segmentos do setor. Um exemplo são as produtivas conversas com Flávio Teotônio, presidente Sindicato dos Empregados no Comércio de Bares e Restaurantes de Natal (Sindbarnat), com quem ficou decidido que atuar em parceria é a melhor forma de superar a crise. E assim está sendo.

O setor de bares e restaurantes é o maior empregador do País, responsável por 6 milhões de postos de trabalho. Segundo Paulo Solmucci, presidente nacional da Abrasel, caso a promessa de ajuda feita pelo governo Bolsonaro não seja cumprida, o corte nos estabelecimentos deve chegar a 3 milhões de empregos nos próximos 30 a 40 dias. A principal reivindicação da Abrasel é que o Governo Federal destine recursos, a fundo perdido, para o pagamento de funcionários. Uma resposta é aguardada para ainda esta semana.

Com relação aos pleitos em âmbito local, são eles:
– Ao Governo do Estado:
• Criação, junto às Agências Estaduais de Fomento, de linhas desburocratizadas e direcionadas de crédito de capital de giro para suprir o fluxo de caixa de pequenas e médias empresas, com benefícios de carências, taxas incentivadas de longo prazo e sem limitações a empresas com restrições de crédito ou sem certidões fiscais negativas, bem como isenção de garantias;
• Postergação dos prazos para entrega de obrigações fiscais e contábeis e a suspensão dos prazos para a prática de atos processuais no âmbito da Secretaria de Fazenda pelo prazo de 120 (cento e vinte) dias;
• Suspensão das execuções fiscais em andamento, judicializadas ou não, pelo prazo de 120 (cento e vinte) dias;
• Suspensão do vencimento de todas as dívidas e parcelamentos de tributos estaduais enquanto perdurar o fechamento, prorrogando o seu vencimento por igual período;
• Como forma de mitigar as perdas que existirão com restrições de atendimento e mobilidade – uma vez que seguiremos com despesas fixas com funcionários, aluguéis e fornecedores – requer-se também que seja concedida a isenção de tributos estaduais no período imediatamente posterior ao fechamento, por um período de pelo menos três meses. Essa medida ajudará as empresas, em especial as de menor porte, a recuperarem-se da crise;
•  Adiamento de cobrança, por seis meses, de Energia Elétrica, Água e Esgoto e ICMS sobre alimentos e combustíveis, Gás estadual (quando for o caso). Estes deverão ser alvo de parcelamento em 36 vezes sem juros e correção monetária a partir de outubro/20;
•  Conceder, através de decreto, a permanência dos serviços de delivery de alimentação, sendo eles do motofretista a residência, e o de retirar o alimento pronto, junto ao balcão (takeaway), de forma que, só seja suspenso o serviço através de decreto presidencial;
•  Suspensão por 180 dias das parcelas do ICMS, referente às negociações, aos parcelamentos dos débitos fiscais, sem haver o cancelamento dos acordos firmados;
•  Diferimento do recolhimento de impostos e contribuições aplicáveis a nossas atividades (notadamente ICMS) pelo menos até 31 de dezembro de 2020, para que em 2021, os mesmos passem a voltar a ser pagos de forma parcelada em pelo menos 24 meses, sem juros, multas ou correção monetária;
•  Diferimento de prazos processuais para a defesa na esfera administrativa como também na dívida ativa e na esfera judicial;
•  Criação de um novo REFIS estadual para as empresas dos diversos regimes como Simples, Lucro presumido e Lucro real;
•  Postergação dos prazos para entrega de obrigações fiscais e contábeis e a suspensão dos prazos para a prática de atos processuais no âmbito da Secretaria de Fazenda, pelo prazo de 120 dias;
•   Adesão ao plano nacional de diferimento do Simples.

– À Prefeitura de Natal:
•   Adiamento, por 180 dias, das cobranças de IPTU e Taxa de Lixo, com posterior parcelamento em 36 vezes sem juros e correção monetária a partir de outubro de 2020;
•   Flexibilização do uso mesas e cadeiras em calçadas e áreas de estacionamento, visando ampliar área de atendimento e obedecer a determinação de distância de dois metros entre mesas.

– Ao Sindbarnat:
• Celebração de uma Convenção Coletiva de Trabalho extraordinária, válida por 90 dias, podendo ser prorrogada, que contemple: banco de horas, férias coletivas, licença não remunerada e antecipação de férias.

O Governo do Estado já comunicou que os pleitos da Abrasel estão sendo discutidos pelo Gabinete da Crise e serão respondidos tão logo cheguem a uma posição; o que deve acontecer nos próximos dias.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Abrasel (RN)

Quarentena: Varas do Trabalho e Central de Apoio à Execução seguem com liberação de valores aos jurisdicionados

Compartilhe Viagens

Quarentena---Varas-do-Trabalho-e-Central-de-Apoio-à-Execução-seguem-com-liberação-de-valores-aos-jurisdicionados

Dentro do esforço do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) de assegurar a realização de serviços durante a quarentena, as Varas do Trabalho e a Central de Apoio à Execução (CAEX) permanecem com liberação regular de valores aos jurisdicionados.

 Como todas as solicitações são eletrônicas, uma das razões para o Tribunal ter recebido o selo “100% PJe” da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho (CGJT), a suspensão do atendimento presencial não prejudicou a expedição de alvarás eletrônicos.

 Além disso, as unidades judiciárias já utilizam os sistemas eletrônicos vinculados ao Banco do Brasil (SISCONDJ-JT) e à Caixa Econômica Federal (SIF), de modo que as transferências eletrônicas continuarão ocorrendo normalmente, mesmo com a suspensão dos atendimentos presenciais também nas agências bancárias.

 Os interessados podem entrar em contato com as unidades para fornecimento dos dados bancários por meio dos meios eletrônicos disponibilizados no site do Tribunal (trt21.jus.br) e no caso da CAEX, por formulário disponível também na página do TRT-RN.

 As liberações seguirão a ordem cronológica dos processos, mediante disponibilidade orçamentária em cada caso específico.

Com informações da Assessoria de Comunicação do TRT/RN