Kelps cala a assembleia por 7 minutos

Revista Deguste

Kelps obrigou hoje, 26 de setembro, que a sessão regimental ordinária do Parlamento ficasse cerca de 7 minutos em silêncio absoluto em protesto porque a Assembleia Legislativa ainda não implantou tradução das sessões plenárias para a linguagem dos sinais, LIBRAS.

Durante os primeiros 3 minutos (dos 10 a que tem direito) ele divulgou o seu protesto, lembrando que mais de uma vez cobrou da Assembleia a implantação do serviço de LIBRAS. Após isso, para chamar a atenção da mesa diretora do Parlamento, Kelps ficou os próximos 7 minutos do tempo em silêncio, como protesto pela demora da solução do problema.

Durante os cerca de 7 minutos, o Parlamento ficou mudo.

A transmissão da TV Assembleia não foi interrompida e o protesto de Kelps foi transmitido ao vivo em canal público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *