Matadores de pastor pegam 56 anos de cadeia

Compartilhe Viagens
O juiz Fábio Ataíde Alves, da 4ª Vara Criminal de Natal, condenou em 56 anos de prisão (pena total) os acusados de realizar um assalto ocorrido em 2009 em um culto evangélico, no bairro Felipe Camarão. A ação dos criminosos resultou na morte do pastor Edmilson Batista de Melo. Outras 24 pessoas foram mantidas reféns durante o assalto. O réu Nélson Francisco dos Santos deverá cumprir pena de 40 anos, nove meses e 12 dias de reclusão, enquanto que Josenildo Lima dos Santos foi punido com 16 anos, cinco meses e nove dias. Os réus foram condenados por roubo, latrocínio e corrupção de menores, uma vez que estavam acompanhados de um adolescente de 17 anos, que participou ativamente do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *