MP quer multa diária, individual, de R$ 30 mil contra Ney Júnior e Edivan Martins

Revista Deguste
Promotores de justiça de Defesa do Patrimônio Público deram entrada na Justiça com a Ação Civil Pública nº 080757744.2012.8.20.0001, pedindo o afastamento do cargo de prefeito, por ilegitimidade em sua investidura, do vereador Ney Lopes Júnior, determinando, em seguida, que o Presidente da Câmara, Edivan Martins, assuma o cargo de Prefeito ou, ao contrário, renuncie ou se afaste do cargo que ocupa atualmente. Pelo descumprimento, o MP pede multa diária e individual de R$ 30 mil, a ser custeada pessoalmente por Edivan Martins e Ney Lopes Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *