Desconfiem de Carlos Eduardo, Rogério Marinho, Hermano Morais e Fernando Mineiro

Desconfiem de Carlos Eduardo, Rogério Marinho, Hermano Morais e Fernando Mineiro quando dizem, no programa eleitoral, que vão resolver os problemas da educação, da saúde, da segurança e do transporte público.

Eles não vão.

Não vão porque não é possível dar conta de tudo isso em quatro anos de mandato.

Não vão porque as estruturas políticas que os mantém no poder desde sempre (todos eles são detentores de mandatos eletivos há muitos anos) não estão preparadas para realizar essas mudanças. O vínculo que elas possuem com as práticas antigas, baseadas no fisiologismo da troca de favores pelo voto, é muito forte. Elementos basilares de suas agendas políticas. (O PT vai querer dizer que é diferente dos demais, mas os escândalos nacionais e as alianças feitas com as oligarquias aqui no RN mostram que estão todos no mesmo barco).

Não estou, com isso, fazendo juízo de valor do caráter dos candidatos.

Não.

São todos pessoas de bem até que se prove o contrário. Cada um com suas virtudes e defeitos. Do mesmo jeito que eu e você.

O problema é que, na pressão para tentar ganhar votos, no aperreio natural de uma campanha eleitoral, acabam pedindo uma espécie de licença política para mentir.

Rogério, Hermano e Mineiro insistem que vão transformar Natal em uma Genebra. Metrópole Digital. Escola para Todos. São algumas das promessas. Como eles nunca foram prefeitos, não têm telhado de vidro para proteger ou passado de ineficiência para a gente jogar pedras.

Carlos Eduardo, que já foi prefeito por 6 anos, se esforça no programa da rádio e na TV para fazer a gente lembrar que no tempo dele Natal vivia às mil maravilhas. Mas eu não lembro de nada disso. Morei em Natal na Prefeitura dele e tudo era como sempre foi: os mesmos defeitos de hoje. (A diferença é que a gente não caia tanto nos buracos e ao lado dele havia Marilene Dantas e Damião Pita, dois bons gestores, cada um em sua pasta).

Olhe: para ser um excelente prefeito no próximo ano, basta conseguir manter uma regularidade em serviços sem os quais a qualidade de vida cai muito: limpeza urbana; ruas pavimentadas e equilíbrio nas finanças (comprar só o que puder pagar e pagar realmente quando tiver o dinheiro em caixa, sem enganar os fornecedores).  Fazendo isso, TODOS OS DIAS, e não só de vez em quando, já basta para entrar na história como o melhor prefeito dos últimos quatro anos. 

Uma ideia sobre “Desconfiem de Carlos Eduardo, Rogério Marinho, Hermano Morais e Fernando Mineiro

  1. Tenho a mesma opinião sua, só eu chamo esses discursos de balelas e enganadores, chamando o povo de burro.Será que o povo já esqueceu os medicamentos que foram jogado fora,quanto aos deputados Rogerio e Hermano o que foi que eles fizeram até agora nos seus mandatos, que eu me lembro o Rogerio Marinho foi quem botou o povo contra a polícia quando Wilma Maia não apoio o seu nome para prefeito em 2008. Vocês lembram disso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *