Pedra de Crack custa R$ 10 no Morro do Careca e R$ 5 na Vila de Ponta Negra

Compartilhe Viagens

Dois homens acusados de comercializar drogas na Vila de Ponta Negra foram presos em operaçõe diferentes daPolícia Civil de Natal. Ao todo 86 pedras de crack foram apresentadas como produtos que pertenciam a eles. Um deles disse que venderia as pedras no Morro do Careca, por R$ 10. O outro disse que venderia as pedras por R$ 5, na rua do Currupio, dentro da Vila de Ponta Negra.

O primeiro a ser preso foi Alexandre Vitor, vulgo “Vitinho”, na tarde de quarta-feira (12), na casa dele, na Rua da Floresta, a Polícia encontrou 63 pedras de crack pequenas prontas para a venda e mais quatro porções contendo pedras maiores da droga.

 “Vitinho de imediato assumiu a propriedade da droga afirmando que havia adquirido por quatro reais e que venderia na rua do Currupio ao preço de cinco reais as pedras pequenas e que as porções maiores ainda seriam fragmentadas para venda”, contou o delegado do bairro, Graciliano Lordão.  Vitinho também é suspeito de praticar um homicídio no loteamento José Sarney, Zona Norte de Natal.

Outras 23 pedras de crack foram apreendidas em outra operação, na tarde de quinta-feira, com o suspeito Mário Sergio de Assis. “O acusado afirmou que seriam vendidas por dez reais a unidade na rua morro do careca, na Vila de Ponta Negra”, completou o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *