Kelps acompanha prefeito de Jucurutu em audiência na Caern em Natal

Revista Deguste
O prefeito Valdir Medeiros, de Jucurutu, e o deputado Kelps estiveram juntos na Caern nesta quinta-feira

O prefeito Valdir Medeiros, de Jucurutu, e o deputado Kelps estiveram juntos na Caern nesta quinta-feira

         O prefeito recém eleito de Jucurutu, Valdir Medeiros Azevedo, que ficou conhecido na campanha eleitoral como “o Liso”, por ser um motorista de ambulância que, sem dinheiro, venceu as maiores estruturas políticas de sua cidade, esteve em Natal nesta quinta-feira, 9 de março, e recebeu apoio do deputado Kelps Lima em audiência na Companhia de Águas do Rio Grande do Norte (CAERN).

         A intenção da Prefeitura é repassar para a CAERN a execução de obras de saneamento e ligações da rede de água que estão em andamento na cidade, para isso estão sendo feitas tratativas entre o município e a companhia. O deputado Kelps pôs seu mandato à disposição do interesse e Jucurutu para fazer este pleito junto ao Governo do Estado. 

Setor industrial do RN aumentou quase 10% o consumo de água em setembro

Compartilhe Viagens

Por Juliano Freire, da Assessoria de Imprensa da Caern

 O setor industrial registra o maior crescimento, em termos proporcionais, no consumo de água no Rio Grande do Norte em setembro. Neste período, às fábricas situadas nos 153 municípios atendidos pela companhia estadual de saneamento (Caern) aumentaram em 9,83% o uso do líquido, segundo dados do Sistema de informações para Planejamento da empresa. Em termos absolutos, a quantidade utilizada a mais pelas indústrias foi de 10 milhões de litros. Levando-se em conta todos os segmentos (residencial, comercial, industrial, público e rural) o consumo foi de 9,815 bilhões de litros de água no mês passado. São 334 milhões de litros a mais do que o computado em agosto.  Neste caso, o incremento na utilização do líquido foi de 3,52% de um mês para o outro.

Outro setor com aumento expressivo, percentualmente, foi o do comércio, com 6,32% de agosto para setembro, ou seja, 24 milhões de litros a mais. O residencial, responsável por 86% do consumo geral no Estado, contabiliza um acréscimo de 3,42% acima do aferido no oitavo mês do ano. Em setembro, as moradias usaram 279 milhões de litros além dos 8,165 bilhões de litros consumidos em agosto. O setor público, federal, estadual e municipal, gastou 19 milhões de litros a mais, aumentando sua performance em 2,72%. A menor variação positiva de consumo é a do meio rural, com apenas 0,98%.

Mês passado, a Caern distribuiu 327 milhões de litros de água, diariamente, para 896 mil famílias no Rio Grande do Norte em um total de 771 mil ligações. Na capital, a população consumiu 3,6 bilhões de litros de água nas quatro regiões da cidade, uma média de 120 milhões de litros por dia, o que representa quase 37% da média distribuída a cada 24 horas em todo o Estado. Natalenses utilizaram 194 milhões de litros a mais do que o registrado no oitavo mês do ano. Foram utilizados 6,5 milhões de litros por dia, acima do computado em agosto. Na segunda maior cidade potiguar, o consumo total foi de 992 milhões de litros, 38 milhões acima do ocorrido em agosto.

 

 

Está faltando água na Zona Norte

Revista Deguste

Setenta por cento do abastecimento de água da Zona Norte foi suspenso enquanto a Cosern faz manutenção na rede elétrica. O trabalho da Companhia Energética parou por cinco horas, na manhã desta sexta-feira, os equipamentos do serviço de distribuição da Caern na região.

A Caern foi informada da manutenção previamente. Até o começo da tarde de hoje a energia pode voltar. Quando o fornecimento elétrico for reabilitado, a Caern volta a movimentar seu sistema e a água começa a voltar para as residências nas torneiras dos bairros mais baixos. Ao longo do dia, a água pinga também nas casas que ficam em ruas mais altas.

O reabastecimento acontecerá de forma gradual e grande parte dos bairros já será atendida ainda nesta sexta. As áreas mais elevadas serão totalmente abastecidas em até 24 horas após o retorno da energia elétrica, acredita a Caern.

Ladrões deixam Porto do Mangue sem água

Compartilhe Viagens

O abastecimento de água na cidade de Porto do Mangue foi prejudicado no início deste mês por causa de roubos em equipamentos da Caern. 14 poços tubulares tiveram defeito no primeiro final de semana do mês. A ação dos marginais foi comunicada à Polícia Militar e registrada no Boletim de Ocorrência (BO).

A Caern solicita a participação da população, no sentido de ajudar na fiscalização e preservação do patrimônio público, haja vista que uma ação desse porte prejudica todos os quatro mil moradores da cidade de Porto do Mangue, que serão prejudicados no abastecimento de água até que seja regularizado o serviço.

O sistema de produção de água de Porto do mangue é constituído por uma bateria de 14 poços tubulares, acionados por bombas que totalizam uma produção de 35 mil litros de água por hora.

 

Caern distribui água reutilizada

Revista Deguste

Os moradores do bairro Jardim Progresso, na Zona Norte de Natal, estão recebendo em suas torneiras água reutilizada pela Caern, que está implantando um método de limpeza e purificação da água já utilizada em outras atividades para devolvê-la ao sistema de abastecimento.

Segundo divulgação da assessoria de imprensa da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte, o tratamento de água é feito após o produto passar pelos floculadores e decantadores, dispositivos componentes do processo de tratamento de água. Nestes processos de purificação são removidos cor e turbidez com a decantação da matéria orgânica. Em seguida, a água passa pelos filtros. A Caern faz a lavagem de cada filtro de seis em seis horas, onde são usados 200 mil litros de água.  Além desta limpeza, é preciso também fazer a lavagem dos decantadores a cada 12 horas.

Caern troca 370 Km de tubos de água em Mossoró

Compartilhe Viagens
Reservatório de água em Mossoró

Reservatório de água em Mossoró

As obras de ampliação e melhorias no sistema de abastecimento de água da cidade de Mossoró avançam com a troca de tubulação e a construção de novos reservatórios e estações de bombeamento. Essas obras são prioritárias para corrigir problemas atuais e prevenir colapso no abastecimento de água da cidade no futuro.

Os canos de ferro e de cimento amianto estão velhos e corroídos, não suportam a pressão da água e causam vazamentos, por isso está sendo realizada a troca.

Outro problema que vem prejudicando o abastecimento da população é a existência do minério Aragonita na água dos poços que fica sedimentado dentro dos canos, estreitando a passagem do líquido.

A conclusão da ampliação do sistema de abastecimento de água de Mossoró, incluindo a implantação de novas redes, troca da tubulação existente e construção dos três reservatórios, está prevista para o primeiro semestre do próximo ano.

Fonte: Ligia Cortez – da Caern

Alecrim, Petrópolis, Cidade Alta e Tirol estão sem água

Revista Deguste

A Caern informou que uma tubulação com 400 milímetros de diâmetro provocou a paralisação no abastecimento de água para os bairros Alecrim, Barro Vermelho, Tirol, Petrópolis e Cidade Alta. O problema aconteceu por volta das 9h da manhã de quarta feira (15), na Cidade Alta, na rua Mermoz, entre as avenidas Rio Branco e Marechal Deodoro, próximo ao viaduto do Baldo. A previsão da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), para normalizar o atendimento, é esta quinta feira (16), a partir das 9h.

O gestor da Unidade de Operação e Manutenção de Água da Regional Natal Sul da Caern, técnico Jacques Pinheiro, informou que o fato aconteceu de forma imprevisível, provavelmente causado pela forte pressão da água na tubulação, em uma área com topografia baixa, necessária para subir até as partes mais altas da Cidade. Nessas situações, disse Jacques, os técnicos esperam a água baixar para iniciar o conserto e só param quando concluir os trabalhos e religar o sistema. Os clientes interessados em fazer reclamações devem ligar gratuitamente para o telefone 115, das 6h até 18h, de segunda a sábado.

Fonte: Lígia Cortez – Assessoria de Imprensa da Caern

 

Vai faltar água por 48h

Compartilhe Viagens

Moradores de partes mais altas de bairros da Zona Norte de Natal poderão sofrer desabastecimento de água pelas próximas 48h, tempo necessário para que o sistema da Companhia de Águas e Esgotos (Caern) volte a funcionar normalmente após serviço de manutenção de rotina iniciado às 6h de hoje na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Extremoz.

Os trabalhos dos técnicos da companhia vão continuar até as 18h de hoje, quando, então, a água começa a voltar às casas. Segundo a Caern, os bairros em áreas mais baixas talvez não sintam o desabastecimento temporário. Em todo caso, o melhor é poupar.

Caern vai instalar mais de 5 mil hidrômetros

Revista Deguste

Por Juliano Freire – da Caern

 Durante os próximos seis meses, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) instalará mais de 5 mil hidrômetros em comunidades rurais e áreas urbanas abastecidas pela adutora do Boqueirão.  O objetivo da empresa estadual de saneamento é passar de um índice de micromedição de consumo, nessas áreas, inferior a 10% para chegar ao patamar de 100%. O trabalho começou a ser feito em comunidades que surgiram a partir de assentamentos rurais como Santo Antônio e Zabelê, no município de Touros, onde foram instalados 158 e 300 hidrômetros respectivamente. Nesses locais há plantações de abacaxi e outras culturas. No vizinho São Miguel do Gostoso, na comunidade Juá Janjão, foram fixados 120 equipamentos de medição de consumo.

“Detectamos desvios de água em alguns pontos e uma realidade que apontava para um expressivo número de usuários que tinham o líquido e não pagavam pelo consumo realizado”, lembra o gerente regional da Caern, engenheiro Ricardo Cesar Marinho. Esses desvios foram eliminados na primeira etapa desta ação, iniciada em março e finalizada em junho.