Banco explodido em Tangará. Homem sem cabeça em Natal. Uma tonelada de droga em Upanema.

Compartilhe Viagens

As manchetes da imprensa do Rio Grande do Norte mostram que estamos vivendo um dos piores momentos de nossa história. Junto com a crise econômica, vamos sendo submetidos a um regime de medo provocado por bestas-feras que estão explodindo bancos, atacando o patrimônio das famílias, cortando as cabeças das pessoas, vendendo drogas à juventude, fazendo churrasco e gravando vídeo dizendo que se trata de carne humana.

Tempos horríveis.

Polícia Civil desmantela grupo que explodia caixas eletrônicos

Revista Deguste

Nesta terça-feira (06), durante uma coletiva de imprensa que aconteceu na Academia de Polícia Civil (Acadepol), foram detalhadas as ações da Operação Guardião, que foram efetivadas em Novo Guarapes, na cidade de Macaíba, na noite desta segunda-feira (05). A ação resultou na apreensão de um arsenal que seria utilizado para a realização de novas explosões de caixas eletrônicos.

Todas as forças de segurança de nosso estado estão empenhadas com a Operação Guardião, há um esforço conjunto para prender todos aqueles que estão envolvidos com os crimes. Além disto, estamos prevenindo a ocorrência de novos delitos ”, detalhou o Secretário de Segurança Pública e Defesa Social do RN, Caio Bezerra. Na noite da segunda-feira (05), policiais civis tentaram prender em flagrante integrantes de uma organização criminosa, que estavam escondidos em uma casa. Investigações apontavam que o grupo estaria envolvido com crimes efetuados nas cidades de Santana do Matos, Bom Jesus e Taipu.

Quando os policiais civis chegaram ao local indicado foram recebidos por disparos de arma de fogo. Durante o confronto, três integrantes do grupo foram atingidos, sendo levados ao hospital e depois vieram a falecer. Até o momento, apenas um deles está identificado como sendo Adriano da Conceição, conhecido como Tampa, foragido de Alcaçuz. Os outros são conhecidos como Loki e Dudu.

No local onde o grupo estava, a Polícia Civil apreendeu R$ 180,00; munições de calibre 40, 9 mm e 7,62; estojos de munições de calibre 40; uma pistola marca Taurus, modelo 940, com carregador; uma pistola marca Taurus, modelo PT 100; uma submetralhadora marca Taurus, com dois carregadores; emulsões encartuchadas; espoletopins; um supressor de ruídos para arma de fogo (silenciador) e dois veículos. “ Todo o material apreendido pela Polícia Civil passará por uma perícia, mas nossas investigações preliminares apontam que este grupo estava atuando no Rio Grande do Norte e também em outros Estados. Estamos trabalhando para finalizarmos os inquéritos e a atuação de cada membro do grupo, nas várias ações que já ocorreram. Nós sabemos que este grupo de Macaíba também faz parte da

Foto do arsenal divulgada pela Polícia Civil do RN

Foto do arsenal divulgada pela Polícia Civil do RN

mesma organização criminosa alvo da ação do último sábado (03)”, explicou o delegado geral da Polícia Civil, Claiton Pinho de Sousa.