Voto de Dias Toffoli é prejudicial ao Brasil

Revista Deguste

Qualquer que seja o voto do ministro José Antonio Dias Toffoli no julgamento do Mensalão no Supremo Tribunal Federal, ele será prejudicial ao Brasil.

1 – Se votar a favor de José Dirceu ou de sua turma, Toffoli estará, na visão da opinião pública, ratificando a impressão de que a Justiça Brasileira está contaminada por interesses que estão à margem dos que financiam sua máquina pomposa: o povo brasileiro;

2 – Se votar contra José Dirceu e condenar o Mensalão, ele mostra que é um jurista contraditório. Em 2006, Toffoli declarou que NÃO havia provas da existência do Mensalão. Então, como agora ele pode julgar e condenar um episódio contra o qual empenhou opinião jurídica para negar?  (Toffoli é apadrinhado político de José Dirceu e Lula)

Veja quem é Dias Toffoli:

Nome: José Antonio Dias Toffoli

Nascimento: 5 de Novembro de 1967 (44 anos), em Marília (SP)

Formação Acadêmica: Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (1990)

Perfil: Foi advogado do PT e chefe da Advocacia-Geral da União no governo Lula. Recebeu pressões para se declarar impedido de atuar no julgamento.

Quem indicou: Lula

Ano em que entrou no STF: 2009

José Agripino comenta processo do Mensalão

Compartilhe Viagens

Através de sua assessoria de imprensa, o senador José Agripino Maia (RN), presidente nacional do Democratas, classificou o processo do chamado caso Mensalão como “grande e ardiloso”.

Para o senador, essa é uma “votação histórica e eu tenho muita confiança de que o STF valorizará, em primeiro plano, as nossas instituições. A sociedade brasileira está atenta à votação. Acredito que milhões de brasileiros esperam um julgamento rigoroso a fim de que se estabeleça uma marca histórica contra a impunidade e a corrupção no Brasil”

 

Fonte: Assessoria de Imprensa