14 adolescentes são apreendidos de uma vez só

Uma equipe de policiais civis de Pedro Velho, em conjunto com policiais militares da cidade de Montanhas, deflagram a operação COVIL, na madrugada deste sábado (01). A operação teve como objetivo coibir a venda e o consumo de bebidas alcoólicas para menores de idade, assim como o consumo de entorpecentes no clube Flash em Montanhas e a perturbação da paz na localidade. Na operação Flávio Bernardino Bento, 32 anos, foi preso e catorze adolescentes foram apreendidos.

A polícia recebeu várias denúncias informando que dentro do clube adolescentes ingeriam bebidas alcoólicas e consumiam drogas. Em investigações, foi constatada a veracidade das informações e a operação foi deflagrada. Foram conduzidos para a delegacia de Pedro Velho, durante a ação policial no clube, catorze adolescentes que ingeriram álcool no local, assim como o proprietário do estabelecimento Flávio Bernardino que foi preso em flagrante pelos crimes de poluição sonora, apurado por decibelímetro e pela venda de bebida alcoólica para menores de idade. Foram apreendidas sete motos sem a devida documentação e dois paredões de som que estavam sendo utilizados no clube.

A operação contou com policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTO) da cidade de Canguaretama, policiais do pelotão de Pedro Velho do destacamento de Georgino Avelino, a Polícia Civil de Arez, duas equipes da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) e uma equipe do conselho tutelar de Montanhas.                        

Polícia Civil prende traficante em Pedro Velho (RN)

Compartilhe Viagens

Policiais Civis da delegacia de Pedro Velho prenderam na manhã desta sexta-feira (09) o traficante identificado como Rafael Hortêncio Cassiano. A prisão se deu em cumprimento ao mandado  expedido pela comarca de Nova Cruz.

Além de traficar drogas, Rafael, que também é conhecido por “Boy Rafa” ou “Pimbinha”, também é suspeito de praticar homicídios na região agreste do Estado.

No dia 29 de setembro de 2013 Rafael havia conseguido fugir do cerco policial em uma outra ação da Polícia Civil, que culminou com a prisão de  outros dois integrantes desta quadrilha, conhecidos como “Roque” e “Pio”. Na ocasião foram apreendidos aproximadamente 3 quilos de maconha e 100 gramas de crack.