Abaixo-assinado digital para impedir fichas sujas em cargos comissionados do Governo continua no RN

Compartilhe Viagens
Turma de Umarizal se reuniu para baixar o Mudamos e assinar a lista para a lei que proíbe cargo comissionado com ficha suja

Turma de Umarizal se reuniu para baixar o Mudamos e assinar a lista para a lei que proíbe cargo comissionado com ficha suja

Neste momento, cidadãos do Rio Grande do Norte estão participando do abaixo-assinado digital para criar a 1ª Lei de Iniciativa Popular que proíbe os governadores de indicar cargos comissionados que sejam ficha suja.

O projeto de iniciativa popular digital foi lançado pela OAB e pelo Movimento Articulado de Combate à Corrupção (MARCCO), e interessa à toda a sociedade norte-rio-grandense que quer evitar a repetição da ocupação da máquina pública por quem tem algum tipo de negativação judicial.

O número de assinaturas já ultrapassou as 1000. Em Umarizal, uma turma de amigos se reuniu e baixou o aplicativo Mudamos nos seus celulares para votar no projeto.

Assista a este tutorial sobre como participar do abaixo assinado digital – https://www.youtube.com/watch?v=gNLqS_FP_jw

 

Depois de ter candidata a deputada em 2018, Solidariedade de Umarizal projeta ter candidato a prefeito em 2020

Revista Deguste
Umarizal teve candidata a deputada estadual em 2018

Umarizal teve candidata a deputada estadual em 2018

Representantes do partido Solidariedade de Umarizal estudam lançar candidatura própria a prefeito em 2020.

As primeiras tratativas sobre o tema foram discutidas em reunião recente da agremiação na cidade, com presença do coordenador regional do Oeste, Célio Martins, e da candidata a deputada estadual pelo partido agora em 2018, Jordana.

Um dos fundadores da legenda na cidade, advogado Papaulo Soares, pretende apresentar um diagnóstico da situação partidária à direção estadual do Solidariedade para amadurecer a candidatura própria.

Trio é detido na cidade de Umarizal com notas falsas

Compartilhe Viagens
Os três suspeitos de utilizar dinheiro falso

Os três suspeitos de utilizar dinheiro falso

Três homens foram presos por volta das 13h de sexta-feira (09) na cidade de Umarizal, interior do Rio Grande do Norte, acusados de uso de moeda falsa. A prisão aconteceu no momento em que o trio saia de um restaurante da cidade. A polícia está investigando se o trio tem alguma ligação com o dinheiro localizado na cidade de São Miguel.

A polícia foi acionada quando os bandidos fizeram uma compra no valor de R$100 e tentaram utilizar uma cédula falsa para fazer o pagamento. Foram encontrados com o trio cerca de R$3 mil. De acordo com o delegado regional de Patu, Sandro Regi Souza Soares, desse montante 3 cédulas de R$100 e 4 cédulas de R$50 são de notas falsas. “Estamos investigando se o resto do dinheiro é falsificado”, disse. Além da moeda falsa, o trio ainda portava uma pequena quantidade de maconha.

Carlos Henrique Pereira Mussio, 64 anos, natural da cidade de Marília/SP e morador da cidade de Anápolis/GO; Francisco de Assis Andrade, 44 anos e Geraldo Graciliano de Melo, 52 anos, ambos naturais de Souza/PB e residentes na cidade de Brasília/DF, foram autuados em flagrante por uso de moeda falsa, estelionato e porte de droga.

 

Carro roubado na Bernardo Vieira é apreendido em Umarizal

Revista Deguste

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do RN

Foi preso na madrugada desta sexta-feira (17), no município de Umarizal, um jovem identificado como Vitor Ramon de Medeiros Albuquerque, desempregado, 23 anos. Ele é acusado de receptar um Honda Civic prata, ano 2010, placa MNN1787, roubado no dia 06 de agosto em Natal. A prisão ocorreu após barreira policial montada a caminho do município de Olho D’água do Borges.

O veículo foi roubado por volta das 23h, na Avenida Bernardo Vieira, por três homens armados. De acordo com o delegado da Divisão de Polícia do Oeste (Divipoe) o jovem declarou que não sabia que o Honda Civic era proveniente de assalto. E que tinha comprado o veículo por oito mil reais no mercado da Quatro, no bairro do Alecrim.

Ainda segundo Teodósio, a Polícia Civil estava perseguindo o acusado em Umarizal e ele tentou fugir, mas acabou sendo pego na barreira montada pela Polícia Militar. “Contamos com o apoio da PM para prendê-lo e a partir de agora vamos aprofundar as investigações para apurar se Vitor tem ligação com os três assaltantes”, revela o delegado.

Além disso, a Polícia suspeita que Vitor Ramon integre uma quadrilha que realiza assaltos na região, inclusive a caixas eletrônicos.