Nível de atividade da construção suaviza queda em abril, diz Fiern

Revista Deguste

construcao_civilA Sondagem Indústria da Construção do Rio Grande do Norte, elaborada pela FIERN, aponta que, no mês de abril, a atividade do setor registrou recuo menos intenso e, ficou abaixo do padrão usual para o período, tendência que se repete ininterruptamente desde fevereiro de 2013.

Acompanhando o desempenho negativo da atividade, o número de empregados também caiu, mantendo o movimento de baixa que vem sendo observado desde outubro de 2013. O nível médio de Utilização da Capacidade de Operação (UCO), por sua vez, subiu de 42% para 44%, dez pontos percentuais inferior à média histórica para meses de abril.

É importante registrar, ainda, que, mesmo em um cenário negativo, alguns indicadores da Sondagem estão em posição menos desfavorável do que em abril de 2016. São eles: nível de atividade e número de empregados em relação ao mês anterior; e expectativas para os próximos seis meses quanto ao número de empregados, aos novos empreendimentos/serviços e à intenção de investimentos.

Em maio, as expectativas dos empresários potiguares em relação aos próximos seis meses são de estabilidade no nível de atividade e de pessimismo quanto à contratação de novos empreendimentos e serviços, às compras de insumos e matérias-primas e ao número de empregados. Já a intenção de investimento voltou a subir – aumento de 4,9 pontos na comparação com abril -, atingindo o maior valor desde janeiro de 2015, quando o indicador foi de 40,6 pontos.

Comparando-se os indicadores avaliados pela Sondagem Indústria da Construção potiguar com os resultados divulgados dia 25/05 pela CNI para o conjunto do Brasil, observa-se que, de um modo geral, as avaliações convergiram, com a diferença de que os empresários nacionais apontaram estabilidade na utilização da capacidade de operação (UCO).

Com informações do site da Federação das Indústrias do RN

Amistoso interrompido em Santa Cruz após briga dentro de campo

Compartilhe Viagens

O jogo entre Santa Cruz e Potiguar de Currais Novos foi interrompido na metade por causa de uma confusão dentro de campo agora há pouco no estádio Iberezão, em Santa Cruz.

No dia 27 deste mês os times vão jogar de novo, desta vez em Currais Novos, valendo pelo campeonato estadual. Vamos ver se os ânimos estarão mais calmos.

Havia cerca de 400 torcedores no campo. O jogo não chegou aos 20 minutos do segundo tempo.

O jogo estava 1 x 0 para o Potiguar, que dominava o jogo, mesmo jogando fora de casa.

Comentaristas da Rádio Santa Cruz AM falam até em golpe de karatê entre jogadores.

 

 

 

Game potiguar na Apple Store

Revista Deguste

O analista de sistemas potiguar, Fred Santos, acaba de lançar seu primeiro jogo para iOS (Iphone e Ipad).  No Yellow Crane (https://itunes.apple.com/br/app/id569766679), o jogador é um operador de guindaste profissional, cuja a principal missão é entregar os containers antes que o tempo acabe, sem esquecer de abastecer sempre que necessário.

A inspiração de Fred para a criação do jogo foi a profissão do seu pai, que atualmente trabalha como operador de guindaste em uma empresa multi-nacional de resgate de navios envolvidos em acidentes marítimos. O jogo possui 40 níveis desafiadores e está à venda na Apple Store a US$ 0,99.

Bailarino potiguar premiado na Alemanha cria novo espetáculo para Cia Gira Dança

Compartilhe Viagens
Espetáculo Proibido Elefantes será no Teatro Alberto Maranhão

Espetáculo Proibido Elefantes será no Teatro Alberto Maranhão

A Companhia Gira Dança apresenta novo espetáculo intitulado “Proibido Elefantes”. As apresentações acontecem nos dias 10 e 11 de outubro, no Teatro Alberto Maranhão.

O espetáculo tem como coreografo e diretor o bailarino potiguar Clébio Oliveira, premiado recentemente com o prêmio Höffnungträger, “Coreógrafo Mais Promissor” na Alemanha, concedido pela “Tanz” no anuário 2012, revista de crítica especializada em dança mais importante da Europa.

O espetáculo conta também com a Direção Artística: Anderson Leão. Bailarinos/Criação: Álvaro Dantas, Aldecira Jania, Joselma Soares, Marconi Araujo, Minotti Rodrigoi e Rozeane Oliveira

Produção: Celso Filho / Roberto Morais.