Governo veta lei que acabava imposto para policiais comprarem armas

Revista Deguste

O Governo do Estado vetou a Lei feita em conjunto pelos deputados Nélter Queiroz e Kelps Lima que concedia isenção de ICMS para policiais, bombeiros, guardas municipais e agentes penitenciários do Rio Grande do Norte na aquisição de armas novas.

O veto do governador Robinson Faria foi publicado no Diário Oficial do Estado de quarta-feira, 04 de janeiro de 2017.

Agora, o projeto volta para a Assembleia Legislativa e será novamente apreciado pelo colegiado de deputados, que pode derrubar ou manter o veto do governador.

“O projeto é bom. Beneficia a segurança pública. No aspecto econômico, ele facilita aos policiais o armamento com menos ônus financeiro. Por outro lado, o projeto dá aos PMs, agentes de polícia civil, agentes penitenciários e bombeiros o conforto de saberem que há dispositivo legal que lhes aproxima do seu principal instrumento de trabalho, pois eles são os maiores consumidores de armas legalizadas no Rio Grande do Norte”, explica o deputado Kelps Lima.

Projeto de Kelps que ajuda policiais a comprar armas com menor custo será votado na Assembleia

Compartilhe Viagens

Partido Solidariedade no RN reuniu eleitos para definir estratégias e qualificar mandatos

Revista Deguste

O partido Solidariedade reuniu parte dos seus 81 eleitos para Câmaras, Prefeituras, e

Reunião aconteceu no Praia Mar Hotel em Ponta Negra

Reunião aconteceu no Praia Mar Hotel em Ponta Negra

Vice-Prefeituras no Rio Grande do Norte para orientar como devem agir em seus futuros mandatos de forma que suas ações no Poder Público tenham a qualidade que a opinião pública espera da nova geração de políticos que está ascendendo.

“Queremos que nossos vereadores, prefeitos e vice-prefeitos cheguem aos seus mandatos no próximo dia 1o de janeiro sabendo o que devem fazer e como fazer. O Brasil precisa cada vez mais de uma classe política qualificada e não há mais espaço para mandatos de improviso”, disse o presidente estadual do Solidariedade, Kelps Lima, que é advogado, pós-graduado em gestão pública e mestrando em Políticas Públicas pela UFRN.

Kelps solicita ao Governo Federal recursos para o setor rural do RN

Compartilhe Viagens

O deputado Kelps Lima está articulando, em Brasília, para que a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, ligada à Casa Civil do Governo Federal, envie recursos que possam ser utilizados na melhoria da gestão do setor da agricultura do Rio Grande do Norte.
O secretário Nacional responsável pela pasta, José Ricardo Ramos Roseno, pertence ao mesmo partido de Kelps, o Solidariedade, e o deputado potiguar pretende utilizar essa aproximação de legenda para buscar benefícios para o Rio Grande do Norte.

“Na nossa visão, o maior entrave para o RN melhorar seus índices de desenvolvimento econômico é o pouco investimento em gestão. Por isso, vamos tentar arranjar recursos que possam ser utilizados pelos escritórios agrícolas das várias entidades públicas nos municípios, para que tenham equipamentos de fomento e dinamizem a economia rural”, explica Kelps.

Um ofício do gabinete do deputado já foi despachado para Brasília, solicitando esses recursos.

Partido Solidariedade quer chegar a 1 milhão de filiados no Brasil.

Revista Deguste

O Partido Solidariedade no Brasil estabeleceu a meta de chegar a 1 milhão de filiados até o ano de 2026. O anúncio da meta foi divulgado em recente reunião da direção nacional ocorrida em São Paulo.

No Rio Grande do Norte, o Solidariedade tem atualmente 4mil e 400 filiados e na sua primeira eleição municipal disputada no último dia 2 de outubro de 2016 elegeu 72 vereadores, 5 vice-prefeitos e 2 prefeitos.

Para as próximas eleições, em 2018, a meta do partido é eleger 1 deputado federal e três deputados estaduais._mg_1400

Projeto do deputado Kelps Lima isenta material escolar de ICMS

Compartilhe Viagens

Um projeto que está tramitando na Assembleia Legislativa, quando transformado em Lei vai aliviar o orçamento de muitas famílias e contribuir para diminuir a evasão escolar. Esse é o objetivo do autor da matéria, deputado Kelps Lima (Solidariedade), que trata da não incidência do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no material escolar para educando de escolas públicas da educação básica.

Deputado quer isenção de imposto para material escolar para a rede pública de ensino

Deputado quer isenção de imposto para material escolar para a rede pública de ensino

KELPS VAI PRESIDIR O SOLIDARIEDADE NO RIO GRANDE DO NORTE

Revista Deguste

O deputado estadual do Rio Grande do Norte, Kelps Lima, vai se filiar ao Solidariedade, novo partido político criado pelo deputado federal Paulinho da Força Sindical.

A decisão foi tomada na manhã de segunda-feira, 30 de setembro, em café da manhã, em São Paulo, entre Kelps e o próprio presidente nacional da legenda.
O Solidariedade será um dos cinco maiores partidos do Congresso Nacional, com mais de 30 deputados federais.
Kelps vai se dedicar à montagem do Partido no Rio Grande do Norte, convidando pretensos pré-candidatos a deputado estadual e federal à se filiarem à sigla.

Paulinho e Kelps juntos no Solidariedade

Paulinho e Kelps juntos no Solidariedade

Jornalista Gerson de Castro estreia programa na nova Televisão de Parnamirim

Compartilhe Viagens
O deputado Kelps Lima será o entrevistado do novo programa do jornalista Gerson de Castro, que estreia na próxima semana na TV Metropolitana, nova emissora inaugurada em Parnamirim no mês passado.
O programa de Gerson de Castro é ao vivo, começa às 7h30min e vai até as 8h, pelos pelo canal 30 analógico e 130 digital da Cabotelecom.

Artigo do Deputado Estadual do RN, Kelps Lima, sobre a importação de médicos de Cuba para o Brasil

Revista Deguste

MÉDICO DEVE TER CARREIRA DE ESTADO, COMO JUIZ E PROMOTOR

Uma das maiores discussões hoje no País é a carência de médicos para atender à população mais pobre. Principalmente aquela do interior.
Vivemos uma falta de médicos.
E, no interior, esse quadro é pior do que nos centros urbanos, pelo óbvio motivo de que a maioria das pessoas prefere viver em grandes cidades, mais próximas dos confortos apresentados pelas novas tecnologias.
A sugestão que trago para o debate público é a que já está em tramitação no Congresso Nacional, da criação de uma carreira médica de Estado, como já são as de promotores e juízes.
Quando passam nos concursos e concluem seus cursos de formação, os promotores e juízes já sabem que terão que trabalhar e morar no interior.
E, mesmo mandados para rotinas nas cidades mais longínquas, não desistem dos empregos. Pois sabem que suas profissões e seu futuro estão assegurados como Carreiras de Estado: aquelas que são vitais para a organização da sociedade e cuja dedicação é recompensada com bons salários e estabilidade financeira e profissional.
Transformar a carreira médica em Carreira de Estado, vinculando o início da carreira ao atendimento às cidades do interior, pode ser um bom começo para construir um caminho de melhorias para a saúde pública no Brasil.
Mas, entendamos que este é apenas um começo. É preciso também dar condições de trabalho para os médicos exercerem sua função.
Não adianta o médico passar em um concurso, ganhar um bom salário, ter estabilidade, e ser enviado para uma cidade onde o hospital é apenas um reboco de parede, sem macas, sem material de expediente, seringas, esparadrapos ou remédios.

Deputado Kelps Lima

Lei de Kelps que acaba com marca e slogan de Governo é aprovada na CCJ da Assembleia

Compartilhe Viagens

Também foram aprovadas as PECs que permitem que o Povo mude o texto da Constituição e que cria o Princípio da Eficiência na Gestão Pública

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa, aprovou, sem ressalvas, três Propostas de Emenda à Constituição apresentadas pelo Deputado Estadual Kelps Lima:

1 – Cria o Princípio da Eficiência na Gestão Pública no RN;

2 – Proíbe o uso de Marcas e Slogans de Governo, e;

3 – Permite que a população apresente propostas de mudanças no texto da Constituição.

Para o deputado Kelps, as aprovações das PECs representam uma vitória da Assembleia Legislativa, que tem percebido as mensagens do atual momento histórico que o Rio Grande do Norte passa e se engajado em dotar a Gestão Pública de melhores instrumentos divisão dos benefícios sociais.

Com a aprovação da CCJ, os projetos deverão tramitar dentro da Assembleia até serem apresentados para votação em Plenário, por todos os deputados.